MICQRC

NOME | DESCRIÇÃO | CONNECTION | GENERAL | STRINGS | GROUP | CONTACTS (formato obsoleto) | CONTACTS | VEJA TAMBÉM | AUTOR |

NOME

~/.micq/micqrc − O arquivo de configuração para o mICQ

DESCRIÇÃO

Esta página de manual (man-page) descreve os arquivos de configuração para o mICQ. Consiste em diversas seções que são iniciadas por [seção], onde seção é o nome da seção. Nomes de arquivos ou diretórios dados são relativos ao diretório base, que normalmente é ~/.micq/.

CONNECTION

A seção Connection (conexão) descreve uma conexão na rede ICQ. Normalmente existem 2 lados da conexão, que são co-relacionados: uma conexão para o servidor ICQ e uma conexão para atender a requisições "peer-to-peer" ou pessoa-a-pessoa. Você deve ter também uma conexão de controle remoto: isto significa que um FIFO é aberto, e linhas lidas nele são interpretadas da mesma maneira que linhas entradas.

type <tipo> [auto]

Ajusta o tipo da conexão para tipo, o qual pode ser server para uma conexão com o servidor ICQ, peer para uma conexão do tipo "peer-to-peer" ou pessoa-a-pessoa, ou remote para um FIFO remotamente controlado. Se auto for usado como parâmetro, cria-se esta conexão direto na inicialização. Você possivelmente quer isso, a menos que possua diversos UINs, sendo então necessário acertar isso na conexão correspondente como o UIN que se esta usando no momento.

version <nr>

Ajusta a versão do protocolo usado na conexão para nr. No entanto, preste atenção que para conexões para servidor, as versões 5, 7 e 8 são permitidas, e para "peer-to-peer" ou pessoa-a-pessoa 6, 7 e 8. FIFOs de controle remoto não possuem uma versão.

server <servidor>

Ajusta o servidor ICQ padrão para servidor. O padrão é login.icq.com. Não utilizado para conexões "peer-to-peer". Para FIFOs de controle remoto, este é o caminho para o FIFO a ser criado.

port <porta>

Muda a porta de conexão no servidor para porta, ou muda a porta padrão pra "escutar" requisições "peer-to-peer" para a porta porta.

uin <uin>

Muda o UIN (número ICQ) para fazer o login na rede ICQ para uin. Não usado para conexões "peer-to-peer" nem FIFOs de controle remoto.

password [<senha>]

Ajusta a senha para conexão na rede ICQ para password. Não válido para conexões "peer-to-peer". Se omitido, você devera digitar a senha na inicialização do mICQ. Obs: Usuários BeOS precisam preencher este campo.

status <nr>

Ajusta o "status" padrão ao efetuar login para nr. Onde "status" pode ser:

0

online

1

away (distante)

5

not available (não disponível)

17

occupied (ocupado)

19

do not disturb (não perturbe)

32

free for chat (livre pra bate-papo)

256

invisible (invisível)

Para conexões "peer-to-peer", este parâmetro é usado para a configuração da conexão direta:

1

Atrás de um firewall e não pode receber conexões diretas. Nem mesmo tentativas.

2

Atrás de um firewall, mas usando SOCKS e podendo receber conexões.

4

Sem qualquer firewall. Este é o padrão.

FIFOs de controle remoto não usam estas configurações.

GENERAL

A seção General (geral) inclui as opções para SOCKS 5 (que poderão no futuro ganhar sua própria seção), opções gerais, definições iniciais para script TCL e algumas strings a superpôr.

s5_use <número>

Use número em 0 para desabilitar e 1 para habilitar.

s5_host <endereço>

Conecte ao servidor de proxy SOCKS 5 no endereço endereço.

s5_port <porta>

Conecte ao servidor de proxy SOCKS 5 na porta porta.

s5_auth <número>

Use número 0 para ignorar autenticação e 1 para efetuar a autenticação.

s5_name <nome>

Efetuar a identificação como o usuário nome no servidor proxy SOCKS 5.

s5_pass <senha>

Efetuar a autenticação com a senha senha no servidor proxy SOCKS 5.

Algumas opções "book-keeping" normalmente estão no início do arquivo micqrc:

encoding arquivo codificação

Ajusta a codificação que será usada para textos neste arquivo para codificação. mICQ irá sempre escrever este arquivo em UTF8.

encoding local <codificação>

Ajusta a codificação do terminal do usuário atualmente para codificação. Isto sobrepõe a codificação obtida das variáveis de ambiente.
Nota:
Usando isto causa o locale ser marcado como quebrado, causando assim caracteres fora da faixa iso-8859-1 serem impressos no manipulador de entrada como pontos de código unicode hex pois o comprimento de sua célula de tela não pode ser determinada mais com wcwidth(). Assim, sempre use o ajuste de locale LC_CTYPE para forçar a codificação de caractere usada.

encoding remote <codificação>

Ajusta a codificação para usar com meta dados no servidor, incluindo a senha para codificação. Esta codificação também é usada para comunicação com outros contatos cujos clientes não entendam mensagens utf8, a menos que uma codificação específica seja selecionada para este contato. Depreciado no mICQ 0.5; use a opção global encoding ao invés.

format <nr>

Ajusta o formato para este arquivo para nr. O formato 2 é o atual, mas o formato 1 tambéé aceito.

Agora, as demais opções:

verbose <nível>

Muda o nível de informação verbal para nível.

auto_away <tempo>

Muda o tempo de inatividade para auto-away (distante) para tempo segundos. Mude para 0 para desabilitar o auto-away.

Screen_width <largura>

Muda a largura padrão da tela para largura. Se configurado para 0, 80 será usado como medida padrão. Este parâmetro dificilmente precisa ser especificado, pois e possível defini-lo em tempo de execução (run-time).

set delbs on|off

Se configurado para on, faz com que a tecla "delete" funcione como um "back space". Quando configurado para off, deixa a tecla "delete" funcionar normalmente.

set funny on|off

Habilita ou desabilita as mensagens "engraçadas" ("funny").

set color on|off

Habilita ou desabilita o uso de cores.

set hermit on|off

Se configurado para on, descarta todas as mensagens de qualquer pessoa que não esteja na lista de contatos. Depreciado no mICQ 0.5, ajuste a opção global ignore para on para o mesmo efeito.

set log on|off

Habilita ou desabilita o "logging" (histórico). Depreciado no mICQ 0.5, ajuste a opção global logmess para on para o mesmo efeito.

set logonoff on|off

Quando gerando histórico de mensagens, desabilita ou habilita a geração de histórico de quando os usuários ficam "online" e quando saem. Depreciado no mICQ 0.5, ajuste a opção global logmess e logchange para on para o mesmo efeito.

set auto on|off

Desabilita ou habilita as respostas automáticas.

set uinprompt on|off

Desabilita ou habilita o uso no prompt do ultimo nick a lhe mandar uma mensagem.

set autosave on|off

Desabilita ou habilita o salvamento automático do micqrc.

set autofinger on|off

Desabilita ou habilita o "fingering" automático de novos UINs.

set linebreak <tipo>

Configura o tipo da quebra de linha (line break) em mensagens recebidas para tipo, o qual pode ser simple para fazer da maneira convencional, break para se ter uma quebra de linha antes de cada mensagem, indent para haver uma quebra de linha e a indentação (parágrafo), e smart para se ter uma quebra de linha apenas se a mensagem não couber na linha atual.

set tabs simple|cycle|cycleall

Depreciado no mICQ 0.5, pois este usa um manipulador de tabs muito melhorado agora que possui todas as características anteriores.

set silent <type>

Suprime alguma saída, como mudanças de estado para on e mudanças de estado, logins e logouts para complete. Depreciado no mICQ 0.5, use as opções globais showchange e showonoff como on para o mesmo efeito.

options <options>

Set global options. See the opt command for details.

chat <nr>

Seleciona o random chat group para nr. Use −1 para desabilitar e 49 para mICQ (o qual é padrão).

autoupdate <nível>

O nível atual de configurações automáticas feitas. Será aumentado para um valor maior cada vez que a configuração for atualizada para um novo valor padrão. Não cometa o erro de ajustar para 0 para desabilitar pois isto terá o efeito de todas as atualizações serem refeitas.

Por último, algumas "strings" que podem ser definidas:

color scheme <nr>

Muda o esquema de cor para o número nr.

color <uso> <cor>

Seleciona a cor para o uso. uso pode qualquer um entre none, server, client, message, contact, sent, ack, error, debug ou incoming, enquanto que cor pode ser qualquer uma entre black, red, green, yellow, blue, magenta, cyan, white, none, ou bold ou uma combinação das anteriores (bold, no entanto, precisa ser o ultimo parâmetro na definição), ou qualquer "string" que faça o terminal do usuário usar a cor desejada.

logplace <arquivo>|<dir>

Ajusta o arquivo de logs (histórico) para arquivo, ou, senão, o diretório para geração do histórico em dir. Por favor note que um diretório e identificado pelo / no final.

sound on|beep|off|event

Especifica o que ocorre se um beep está para ser gerado. on ou beep irão simplesmente gerar um beep, off não fará nada, enquanto event irá chamar o script para eventos.

event <script>

Ajusta o script a ser executado em eventos para script. Ele é chamado com os seguintes argumentos:
1. O tipo do IM, atualmente somente icq.
2. O UIN do contato ao qual o evento relaciona-se, ou 0.
3. O nick do contato ao qual o evento relaciona-se, ou um texto vazio.
4. O texto global.
5. O tipo deste evento, que pode ser msg, on, off, beep ou status, onde on e off são para contatos conectando e desconectando-se. Esta lista não deve ser exaustiva
6. Para mensagens, o tipo da mensagem, para contatos desconectando, o status anterior, e para contatos conectando ou mudanças de status, o novo status, de outro modo 0.
7. O texto da mensagem.
8. O agente do usuário do contato.
Note que, por razões de segurança, aspas simples podem ser substituídas por aspas duplas, e o texto da mensagem pode ser truncado.

auto <estado> <texto>

Muda a resposta automática para quando o usuário se encontra no estado estado (away/distante, not available/não-disponível, etc) para texto. Esta opção pode ser repetida para todos os outros estados, como away, na, dnd, occ, inv, e ffc para status.

STRINGS

A seção Strings contém comandos renomeados.

alter <antigo> <novo>

Renomeia o comando antigo para novo. Observe que o comando antigo ainda funciona. Você poderá usar as 2 formas do comando, a menos que entre em conflito com algum outro nome novo. Para saber quais são os comandos possíveis, consulte a página de manual micq(7). Esta opção pode ser usada quantas vezes quiser.
Nota: esta opção está obsoleta, use alias ao invés.

alias <alias> <expansão>

Define um alias chamado alias que é substituído pela expansão. Se o texto %s estiver presente na expansão, ela será trocada pelos argumentos fornecidos quando o alias for invocado, de outro modo eles serão concatenados. Novo para 0.4.10.

GROUP

A seção Group cria um grupo de contatos e pode ser repetida como requerido. Note que para format 2, ele é salvo no arquivo BASE/status file, não em BASE/micqrc. Pode ter os seguintes comandos:

server <tipo> <uin>

Ajusta o servidor de conexão deste grupo de contatos pertencendo a um dos tipos tipo, que atualmente pode ser icqv8 para servidores de conexões ICQ versão 8 ou icqv5 para servidores de conexões ICQ versão 5, e para UIN uin. Se este comando for omitido, o primeiro servidor de conexão ativo é assumido.

label <rótulo>

Ajusta o rótulo deste grupo de contatos para rótulo. Se este for contatos-<tipo>-<uin>, então ele é a lista de contatos para este servidor de conexões. Note que para format 2 do arquivo BASE/status file, isto é obsoleto, pois os contatos distribuídos para conexões com o servidor de acordo com a declaração server em sua seção Contacts.

id <id>

Ajusta o id deste grupo de contatos para id. 0 significa nenhum id definido. Este será ajustado quando baixando ou atualizando uma lista de contatos.

options <options>...

Define opções para este grupo de contatos. Veja o comando opt para detalhes.

entry <id> <uin>

Adiciona contato com UIN uin como id id para este grupo de contatos. Note que id é obsoleto no mICQ 0.5 e sempre ajustado para 0. O id é ajustado na seção Contacts ao invés.

CONTACTS (formato obsoleto)

A seção Contacts contém a lista de contatos (global) do mICQ. Ela está obsoleta neste formato.

[*][~][^] uin apelido

Faz com que um usuário com UIN (Universal Internet Number) uin seja conhecido por apelido. Se a opção * é usada, o usuário tem a capacidade de ver seu "status" mesmo quando você esta invisível. Se a opção ~ é usada, o usuário vai sempre lhe enxergar como offline. Se a opção ^ é passada, coloca o usuário na lista de ignorados. Se um UIN aparece mais de uma vez, são tratados como "alias" ou apelidos para o UIN.

CONTACTS

A seção Contacts contém uma lista de contatos para uma conexão com o servidor. Ela é repetida para cada conexão com o servidor. Note que ela é salva no arquivo BASE/status, não em BASE/micqrc. Ela deve ter os seguintes comandos:

server <tipo> <uin>

Define a conexão com o servidor a qual esta lista de contatos é destinada, com a mesma sintaxe como na seção Group.

entry <id> <uin> <nick>...

Adiciona um usuário com o UIN uin e id id para esta lista de contatos, com o nick e muitos apelidos arbitrários nick.

options <opções>...

Define opções para o contato anterior. Veja o comando opt para detalhes.

VEJA TAMBÉM

micq(1), micq(7)

AUTOR

Esta página de manual foi escrita por James Morrison <ja2morrison@student.math.uwaterloo.ca>. Foi reescrita para se adaptar às novas opções de configuração do mICQ por Rüdiger Kuhlmann <micq@ruediger-kuhlmann.de>. Traduzida por Deives Michellis <dmichellis@yahoo.com>, e atualizada por Leonardo Rosa <leorosa@feq.unicamp.br>.